A tralha do consumo

1. A tralha do consumo

Quem aí já leu “Os delírios de consumo de Becky Bloom”? Eu tenho a coleção toda e acho MUITO engraçado. Ainda mais pela vida dela ser tão diferente da minha. Ela compra tudo o que vê pela frente, é super consumista e nem tem consciência disso. Ela compra tudo porque é uma pechincha, porque ela “precisa”, porque está barato. No fim ela tem tanta coisa, que não tem nem onde guardar. Os livros eu recomendo muito! Você vai dar muita risada. Mas o estilo de vida? Eu passo…
 
 
 
.
delirios-de-consumo-de-becky-bloom-2
 
 
.
DSC03851
 
 
 
.
Como é difícil resistir a uma promoção, ou um “pague 2 leve 3”, não é mesmo? Quem não gosta de uma barganha, e de vez em quando, conseguimos fazer esse bom negócio, e pensamos que nos livrar de coisas que compramos na maior oferta vai tirar a glória de ter achado a tal pechincha.
E fácil justificar essa bagunça e acumulação em casa, porque na superfície faz sentido (financeiramente falando), afinal é “de grátis!”, você poderia dizer, mas nada na sua casa é realmente grátis, mas ocupa espaço que poderia ser precioso para outras coisas que você realmente vai usar ou para ter um espaço livre mesmo.
Além de ter que se livrar de coisas que você comprou e não precisava, você tem que parar de trazer para dentro de casa mais do mesmo. Na próxima vez que você ver uma placa de oferta, se pergunte: “Eu compraria isso se não estivesse em promoção?” Se a resposta for não, então nem pense duas vezes, nem se for de graça. Um bom negócio é bom somente se você vai usar ou aproveitar o item que comprou depois. Controle os seus impulsos.
A mesma coisa pode ser dita para cupons de desconto, qualquer desconto em uma coisa que você não iria comprar com o valor total, não é um bom negócio.
 
 
.

wish_topo_junho

 
 
 
.
Como combater a “tralha do consumo”:
 
1. Fazer uma lista de compras e se manter a ela.
2. Se você tem problemas com compras, não use essa atividade como forma de entretenimento (se você está de dieta, não vai na sorveteria, não é mesmo?) então tente quebrar o hábito de ir ao shopping, se distraia com outras coisas que gosta de fazer.
3. Antes de comprar, pense porque você quer algo? Você REALMENTE precisa dessa peça de roupa?
4. Espere. Se você ver algo na loja e amar, espere uns dias, se ainda estiver pensando nisso depois de alguns dias e ver que realmente vale a pena, volte na loja e compre.
5. Coloque alguns limites para você mesmo de como, porque e quando você compra coisas.
 
 
 
Entender porque guardamos tanta coisa que não precisamos, ajuda a começar o processo de organização.
 
 
 
E aí, o que tem na sua casa que você comprou naquela SUPER PROMOÇÃO IMPERDÍVEL e que nunca mais usou? Será que não está na hora de repensar nossas compras?
No meu caso, não sou muito consumista. Eu gosto muito mais de doar minhas roupas do que comprar novas. Não costumo comprar por impulso. Mas quando vejo a promoção, confesso que fico tentada! Não perca a continuação de como combater os tipos de tralha!
 
 
 
.img_delirios_01
 
 
O texto foi baseado aqui
 
Anúncios

2 comentários sobre “A tralha do consumo

  1. Venho por meio desta concordar que é muito difícil se controlar ao avistar uma placa enorme, em um vermelho exuberante e letras garrafais brancas: LIQUIDAÇÃO.
    Mas você está certa, acumular é perda de tempo!

  2. Pingback: A tralha do “vai que um dia preciso…” | Minha Casa Organizada

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s